Busca e apreensão, quais os ricos?


Nas últimas semanas percebemos crescer os chamados para quitação de veículos. É óbvio que com a situação atual da economia e os desajustes percebidos na condução da solução da crise que estamos atravessando, o desemprego e a consequente queda na renda das pessoas seria inevitável.


Com a queda na renda, as pessoas costumam eliminar despesas e tentar buscar alguma forma de remuneração. O carro que, ao mesmo tempo é uma despesa a ser eliminada, também pode representar uma chance de renda através dos aplicativos de transportes. Ocorre que o que percebemos é que, infelizmente as coisas não estão acontecendo como se espera.


Os aplicativos de transporte não estão correspondendo as expectativas dos seus associados que, na maioria das vezes, conseguem trabalhar para pagar as contas de consumo (combustível e manutenção) do carro e alimentação. Nesta perspectiva é possível observar que as contas mais relevantes (manutenção da casa) não estão sendo pagas e muito menos as despesas contratuais do veículo (financiamento e débitos do Detran).


O que vemos é uma catástrofe anunciada, uma vez que, ao submeter o carro ao máximo de exigência para manter o ganho da alimentação, não há a preocupação com o estado de conservação dele. Quando a decisão de vender o carro se torna irreversível, ele recebe do mercado uma depreciação muito alta, tornando a venda quase impossível.


Ainda assim, sempre orientamos os nossos clientes a negociar a quitação do veículo e não entregar o carro para a financeira. As consequências de entregar o carro serão desagradáveis e pode comprometer a retomada da pessoa depois da entrega do bem, visto que, apesar de ter direito aos mais diversos meios de recursos judiciais, a defesa de quem está fragilizado é sempre comprometida pela falta de recursos financeiros.


A garantia do financiamento é o próprio veículo e o banco ou financeira tem o direito de reaver o bem. O que acontece depois que a financeira retoma o carro é o maior problema. Na conta da retomada, a financeira se esforça para acabar com o crédito do seu cliente e aproveita para cobrar até o que não é legal.


  • Negativação do nome nos órgãos de proteção ao crédito;

  • Negativação do nome nos cadastros internos da financeira;

  • Cobrança dos valores devidos, acrescidos de multas, juros e moras remuneratórias;

  • Cobrança do custo com o leiloeiro;

  • Cobrança das custas do processo.

A melhor opção quando a situação alcança o dilema recurso x retomada é negociar e encerrar o relacionamento com a financeira através da quitação do contrato. Dessa maneira, o processo encerra, a dívida encerra, as cobranças encerram, as ligações inconvenientes dos escritórios de cobrança encerram e o constrangimento encerra.


Quando você negocia e quita o bem, é possível que o seu crédito fique bloqueado na financeira, mas não no mercado financeiro. Por outro lado, quando você devolve o carro para o banco, seu crédito fica bloqueado em todos os bancos e financeiras. Esse é o pior cenários para retomar o crédito.


Portanto, se não está em condições de continuar com o seu contrato de financiamento, procure uma empresa que possa te ajudar a resolver de forma definitiva o seu problema. Muitas vezes damos ouvidos aos familiares, parentes e amigos, quando precisamos de ajuda para resolver algo importante. Ocorre que, com frequência, essas pessoas carregam em seus conselhos dois perigosos componentes para a solução de qualquer problema: emoção exacerbada e compaixão. Resumindo, as pessoas passam a te aconselhar com pena e isso é terrivelmente tóxico, quando uma decisão lúcida precisa ser tomada.


Encontre especialistas para resolver o seu problema. Fale com advogados, contadores, pessoas de mercado e encontre uma solução definitiva e não paliativa. Empurrar com a barriga não é a melhor maneira de resolver um problema. Enfrente-o e comece a mudar a sua trajetória em direção a retomada.


Nós da Avaliar e Vender, sempre nos colocamos a disposição para orientar e buscar solução para os nossos clientes. Realizamos centenas de operações neste nível e sabemos o quanto é importante para o nosso cliente reverter a situação e retomar a sua vida normal.


Procuramos oferecer conteúdos relevantes e que refletem o cotidiano das pessoas. Para nós a sua opinião é muito importante, sugira o tema e nos esforçaremos para responder.


Deixe um comentário e siga-nos em nossas redes sociais.


Um abraço!

Robison Lopo






3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo